Anúncio

Durante 300 anos, Dohna está sendo controlada por Rehna e seus Lordes. Um novo Torneio de Sucessão está chegando e cada vez mais a energia astral dos dahnianos está sendo consumada. Conheça a história do Máscara de Ferro que luta para recobrar as memórias perdidas e seu encontro com a Donzela dos Espinhos em Tales of Arise.

É com essa prévia que vamos nos aventurar no 17º título da franquia Tales of. Comemorando os 25 anos, Tales of Arise chegou para emocionar fãs da franquia e novos jogadores. Embarque numa narrativa de descobertas enquanto os rebeldes lutam para derrotar os Lordes e sua tirania.

Os espinhos da revolta

Bem já deixando claro que pode haver algumas informações sobre a narrativa a mais que a do Primeiro Gole, então se quiser evitar os spoilers vá para o próximo tópico! Se ainda está aqui vamos embarcar na jornada em Dohna, um plano que foi dominado pelo seu espelho Rehna há 300 anos.

Dessa forma somos apresentados ao misterioso homem da Máscara de Ferro que está em um acampamento escravo de mineração em Cazália. Ele não sabe quem é, e luta por uma igualdade e ajuda os mais fracos. Esse trabalho faz com que a energia astral, fonte de poder dos Rehnanos, seja acumulada em uma grande fonte. Dessa forma, o destino une nosso protagonista a Donzela dos EspinhosShione.

Shione é uma rehniana que esta em Dohna e é portadora de uma maldição, que qualquer pessoa que tenta se aproximada é atingida por “espinhos” mágicos. Ela quer destruir os Lordes em Busca dos Nucleos-Mestres fonte de poderosa energia astral. Seu encontro com Máscara de Ferro é o inicio do estopim para o grupo rebelde Corvos Carmesim, e seu líder Zephyr, iniciar suas atividades a fim de derrubar a tirania do Lorde de Cazália, Balseph.

Então é o momento que a conexão entre Shione e Alphen é estabelecida, após ser atingida por um virote, a virtude do Máscara de Ferro revela o Núcleo-Mestre do Fogo e a Lamina de Fogo. Portanto é com essa força que eles vão batalhar por toda Dohma para derrubar a tirania e acabar com os dias de escravidão.

Anúncio
tales of arise
Imagem Divulgação

Uma Narrativa de Descoberta

Saindo do ‘plot’ da história e falando de uma forma geral, a narrativa que Tales of Arise traz é aquela do autoconhecimento. Cada personagem que você encontra no roteiro principal tem seus defeitos e suas vontades. Eu me senti bem e mal em vários momentos devido aos assuntos e como eles são próximos a nossa realidade contando com os traços fantasiosos.

Além disso, Tales of Arise apresenta várias formas de interação entre os personagens, que permite você explorar mais das características deles ou a relação entre eles. Temos os momentos cinematográficos como um magnifico episódio de anime, conversas paralelas durante os combates, ambiente e acampamentos, e momentos registrados na forma de quadrinhos, com mais informações sobre o momento ou curiosidades.

Porém nem sempre são falas para todo o lado. Então com NPC’s nas cidades em busca de uma missão secundária ou até mesmo após uma cena, as caixas de texto aparecem para dar continuidade no papo, agilizando o jogo. Uma facilidade que você vai encontrar é que independente da dublagem seja ela inglesa ou japonesa, o jogo está localizado para o Brasil, então toda a interface e legendas são de fácil compreensão.

Combos, Ars e Zeugles

Sobre as mecânicas de combate, você não pode dar mole em nenhum momento. Você sempre terá um dos personagens do grupo ao seu controle, podendo atacar, pular, usar habilidades e se esquivar a bel prazer. Dessa forma você pode escolher um modelo estratégico pré-definido ou montar um que se sinta confortável, é nisso que os outros membros e a IA do jogo vai reagir.

Claro que por exemplo as habilidades da Shione no inicio são voltadas para suporte, deixando Alphen para o combate e dano. Mas as árvores de habilidades permite com os pontos de experiência em combate adquiridos com a progressão do jogo libere novos golpes ou características passivas que altere o personagem e sua estratégia.

Outro ponto importante são os Ars , as habilidades físicas e mágicas do Tales of Arise. Cada personagem tem pontos de ação (BA) que permitem o uso delas. Por exemplo, a Lâmina Andorinha de Alphen que causa cortes rápidos custa 1 ponto e ele tem 3 no inicio. Você pode gastar rapidamente eles e esperar um tempo para regenerar e usar novamente. Outro ponto é que os Ars evoluem com o uso e liberam novos Ars além de fortalecer o mesmo, aproveite para descobrir novos combos, sendo por chão ou pelo ar, já que existem golpes aéreos e o botão de pulo.

Já outra preocupação são os Pontos de Cura (PC) que estão diretamente relacionadas as magias de suporte, cura ou modificadores de atributos. Preste atenção durante o combate que se eles acabarem, você terá qu7e usar itens para reviver ou curar alguém.

Agora, o charme de Tales of Arise fica para a mecânica de Ataques de Impulso. Durante a batalha você observará uma barra que vai completando o losango do personagem. Ela permite o uso de uma habilidade mais forte e que permite sequencias de combos e até mesmo quebra de ações inimigas. Essa mesma evolui para o Golpe de Impulso, quando você abre uma brecha no inimigo, combine o poder do seu grupo para grandes quantidades de dano.

tales of arise
Imagem Divulgação

O que está na natureza é para usar

Bem na exploração temos uma vasta quantidade de mecânicas que farão parte de missões secundárias e até mesmo da principal. Os coletáveis se separam em comida, minérios e itens distribuídos nos mapas e calabouços. Os inimigos também tem a chance de ‘dropar’ itens após o combate. Eles servem para criação de alimentos e equipamentos.

Os alimentos são fonte de bônus para o jogo, como encontrar recurso ou aumentar um atributo. Então sempre que der uma passada num mapa procure os pontos, e quando revisitar já terá eles marcados no mapa. Um desses recursos são peixes, que fazem parte também da mecânica de pesca, um bom momento off para relaxar e bem de boa de aprender. A culinária é aplicada somente nas pernoitadas nos acampamento em mapas ou nas estalagens e tem pratos que são bem executados por um personagem e tendo o dobro de ingredientes amplifica o efeito.

Nas cidades você irá encontrar artesões para armas, armaduras e amuletos. Armas e Armaduras são tem como componentes materiais de monstros, esses tem um nível de raridade que pode ser facilitada com a mecânica de encontros consecutivos. Além disso atente-se aos elementos da arma, fraqueza e resistência pode ser uma vantagem a seu favor.

Enquanto que amuletos são criados a partir de minérios, o nível dele permite mais efeitos além do principal, porém de forma aleatória. Exemplo, um amuleto de imunidade de veneno criado de um minério de nível 3 tem a imunidade mais 2 efeitos. Já 1 minério do mesmo de nível 2, tem a imunidade mais 1 efeito. Então você pode passar um tempo para criar aquele amuleto que se encaixa no personagem.

Aproveite dos momentos da narrativa e da mecânica de dias e noites para reaver recursos na área atual. A partir do momento que a viagem rápida ficar disponível, cabe lembrar aqueles lugares com materiais e monstros específicos para seu farm.

Tales of Arise
Imagem Divulgação: PlayStation

Um leve aquarelado

Eu fiquei impressionado com a leveza de Tales of Arise, o motor gráfico da Unreal Engine 4 não é pesado e isso reflete da fluidez do jogo. O “Filtro Atmosférico” engloba a arte animalesca e as cores aquarelas usadas numa imersão de luz e sombras nos cenários de não botar defeito. Além disso, os efeitos gráficos durante a batalha são ultra coloridos e bem desenhados então se atente bem aos golpes de impacto, aproveite cada bioma e seus detalhes, até mesmo quando ouvir o som da corujinha Hootle.

A trilha sonora ajuda bem na ambientação e na emoção do combate, faz você sentir o momento, de alegria, tensão ou suspense. A velocidade que os combates evoluem, a dificuldade também aumenta então ficar um tempo sem jogar pode complicar um pouco, mas a história e progressão do jogo é bem linear.

Do mais o ponto baixo a se relatar é a questão dos DLC’s de gald e level up para os personagens e os de traje sempre estão destacados no menu. Isso irrita um pouco, meio que o jogo falando se tá difícil compra ai o modo fácil, mas mercado é mercado. Quanto a qualidade da versão do PC não encontrei nenhum problema, mas há relatos de alguns problemas técnicos nos consoles.

Tales of Arise desenvolvido e publicado pela Bandai Namco Entertainment está disponível para PlayStation 4PlayStation 5Xbox OneXbox Series X|S e PC. O Review desse fabuloso jogo está sendo feito graças a parceria com a Nuuvem que nos cedeu uma cópia do game. Corra lá no site deles e garanta Tales of Arise e outros títulos.

Chegou a sua hora de encarnar a pele do Máscara de Ferro seu corpo sem dor e sua amnésia contra a tirania dos Lordes e assim libertar o povo de Dohma. Embarque nessa aventura de descoberta e cuidado com os Zeugues gigantes.

Anúncio