Anúncio

O Conselho de Educação da Prefeitura de Kumamoto anunciou que pretende lançar o primeiro departamento de “estudos de mangá” do ensino médio no país.

O novo departamento será estabelecido na Escola Secundária Takamori da Prefeitura de Kumamoto, na cidade de Takamori, no início da primavera de 2023. A mudança se torna necessária para revitalizar a escola, que teve menos candidatos do que vagas nos últimos anos, atendendo tanto ao público quanto ao setor privado para dar aos alunos a oportunidade de aprender diretamente com especialistas da indústria, incluindo mangakás profissionais.

De acordo com o conselho de educação da prefeitura, já existem departamentos universitários e cursos especializados de segundo grau onde os alunos podem estudar mangá em um nível de especialização, mas estabelecer um departamento de segundo grau inteiro dedicado ao ofício é uma inovação no Japão. Sob um acordo de parceria com a editora de mangá Coamix Co., com sede em Tóquio, os artistas e editores de mangá ensinarão técnicas de desenho, conhecimento de mangá e outras faces da indústria.

A Coamix tem uma “segunda sede”, um de seus centros de produção, em Takamori. A empresa aparentemente está considerando palestras no novo departamento dos populares mangakás Tetsuo Hara, conhecido por Hokuto no Ken, e Tsukasa Hojo, cujos trabalhos incluem City Hunter, entre outros. Prevendo que o novo departamento atrairá estudantes de todo o Japão, o Governo Municipal de Takamori planeja estabelecer um dormitório estudantil municipal.

Na cerimônia de assinatura do acordo de parceria realizada na sede do Governo da Prefeitura de Kumamoto em 8 de setembro, o membro do conselho da Coamix, Shuichi Mochida, disse ansiosamente: “Gostaríamos de estabelecer uma estrutura sob a qual os alunos possam fazer sua estreia profissional enquanto frequentam a escola.”

O chefe do conselho educacional da prefeitura, Yoichi Koga, acrescentou: “Continuaremos com os preparativos para que (o novo departamento) possa se tornar um modelo para aumentar o apelo das escolas de segundo grau da província.”

Anúncio
Anúncio