Anúncio

Em uma cidade com tantas pessoas que dependem do transporte público e que preza pela organização, é claro que as estações de trem de Tóquio no Japão tem várias peculiaridades para ajudar tudo a fluir da melhor maneira possível, de forma segura, organizada e pontual.

Apontar e Falar

Nas estações de trem, você frequentemente vê os atendentes e condutores nas plataformas fazendo vários gestos e falando sozinhos quando um trem está chegando ou partindo. Mas qual o motivo? Trata-se apenas de uma prática obrigatória chamada Shisa Kanko (Apontar e Falar). Essa é uma técnica de segurança para reduzir os erros no trabalho e melhorar o desempenho nas funções que exigem atenção. De acordo com estudos, cerca de 85% dos erros humanos podem ser prevenidos ao apontar para um objeto e verbalizar suas ações. Simples e eficiente.

Músicas quando as Portas do Trem estão Fechando

Para reduzir o estresse das trocas de transporte, em 1989 a JR East contratou a Yamaha e o compositor Hiroaki Ide para criar músicas curtas de apenas 7 segundos que fossem agradáveis para os passageiros. Quase toda estação de trem tem uma música diferente, sendo que todas da Linha Yamanote (Linha Circular) tem músicas diferentes. Às vezes algumas estações e linhas ganham temas especiais, como da Disney, Star Wars, Dragon Quest, entre outros.

Cheio, mas Pontual

Japão tem 45 das 50 estações mais ocupadas do mundo, mas mesmo assim os trens são pontuais, com uma média de atraso de 36 segundos. Os intervalos de trem são bem curtos durante os horários de pico, mas também são bem servidos durante o resto do dia, mesmo nos finais de semana e feriados. Quando existe algum atraso, os megafones das estações e também dentro dos trens informam várias vezes o problema que está ocorrendo e se desculpando várias vezes pelo ocorrido.

Certificado de Atraso de Trem

Os japoneses são bem conhecidos pela sua pontualidade e isso é extremamente exigido no trabalho e nas escolas. Mas o que acontece se você pegar o trem pontualmente e ele atrasar por algum motivo inesperado, como acidentes na linha? Você pode facilmente pegar um o Densha Chien Shoumei (Certificado de Atraso de Trem). Geralmente, quando o atraso é de mais de 5 minutos, você pode pegar o papel diretamente na estação de trem, mas você também pode pedir para um funcionário no guichê da estação. Você pode mostrar esse papelzinho simples ao seu chefe ou professor para poder justificar seu atraso e assim não evitar uma bronca.

Sistema de Prevenção de Suicídios na Linha

Muitas das plataformas de trem têm um sistema de prevenção de suicídios, no caso, de pessoas se atirarem na linha férrea. Esse sistema consiste em uma barreira ao longo da plataforma com portas automáticas que só abrem depois que o trem para e se fecham antes do trem partir.

Informações sobre Saídas e Transferências

Em um lugar que preza tanto pela pontualidade e estações de trem com tantas saídas, é essencial saber qual o caminho mais curta para achar a sua saída. Para isso, todas as plataformas contam com uma tabela com informações dos carros dos trens e quais são as saídas corretas de acordo com cada estação da linha. Além disso, você pode verificar nessa tabela de que lado as portas se abrem, então caso o trem esteja muito cheio, você já pode ir direto para a porta onde você vai sair, muito prático.

Delimitação das Filas

Mesmo durante a hora do rush, as plataformas são sempre organizadas, com marcações em cada plataforma para os passageiros poderem saber onde começam as filas para embarcar. Algumas linhas até mesmo tem 2 marcações, para o primeiro e segundo trem.


Cada umas dessas características facilitam e organizam as estações de trem que estão sempre cheias em Tóquio. Será que esse sistema funcionaria no Brasil?